FRASE DO DIA: "A greve, no fundo, é a linguagem dos que não são ouvidos." (Martin Luther King)



(...) Nunca, como agora, uma greve geral se justificou de forma tão evidente. Tudo o que é relevante está em causa: o direito ao trabalho, a Escola Pública, o Serviço Nacional de Saúde, as reformas, a coesão social, a sobrevivência dos mais pobres e até a democracia. Quem não faça esta greve dificilmente alguma vez terá alguma razão para fazer qualquer outra (...)

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/greve-geral-quem-so-espera-nunca-alcanca=f766520#ixzz2CBVaHPG7



Todos os dias há alguém que não acorda

Enquanto outros lutam para dar a volta
Todos os dias no pescoço está a corda
De quem um dia vai deixar de andar à solta
Todos os dias há alguém que não come
Para poder tirar barrigas de miséria
Pais que trabalham o dia inteiro e passam fome
Escondendo aos filhos que viver é coisa séria
Viver é coisa séria

E há gente que não quer ver
E há gente que não quer ver
E há gente que não quer, não quer, ver

Todos os dias vender o corpo na noite
Parece ser a única saída
Mesmo que a filha sem saber não a perdoe
Ao menos não terá de ter a mesma vida
Todos os dias há alguém que se aproxima
Pedindo ajuda para ter o que comer
Não tínhamos de alimentar a sua sina
Mas temos todos muito mais o que fazer
Temos muito mais o que fazer

E há gente que não quer ver
E há gente que não quer ver
E há gente que não quer, não quer, ver