BREVES DESABAFOS| Sou forte, muito forte...

Não, não sou sensível demais, nem frágil demais, nem fraca demais. Já ninguém me engana a este respeito. Sou forte, muito forte, sou forte porque choro, porque me vou abaixo, porque tenho dúvidas, porque tenho medos, porque me silencio, porque me isolo, porque quero entender, porque pergunto, porque luto, porque penso, porque me levanto... e porque nunca desisto.