Viva o "dolce fare niente"!

 Hoje foi dia de "recarregar baterias" :) 
Aproveitei, ainda, para escrever a todos aqueles que estão prestes a entrar, ou já estão, de FÉRIAS!

E a pergunta que se impõe é a seguinte: Sabe o que vai fazer nas suas férias? Tenho uma boa, mas difícil, sugestão: não faça nada! Sabe "fazer nada"?
Quanto a mim, confesso que tiro (em regra) uma hora por dia para "fazer nada", e um dia por semana! Na verdade, isto é que são férias repartidas!!

Lembre-se que:
Férias é tempo de pausa, é tempo de ser e estar com os outros, é tempo de se despojar de expetativas, preocupações, horários, pressas…Férias é tempo de fazer nada, de deitar numa rede brasileira (não tem que ser no Brasil, mas se for…melhor!) e contemplar o mar. É tempo de caminhar pela serra, de relaxar no campo.

Aparentemente simples, é extremamente difícil fazer o que nos dá prazer, temos tendência a sentirmo-nos culpados, até porque isto de ter prazer…não é pecado? Bem, a nossa forte cultura judaico-cristã ensinou-nos a sentir muito a culpa. Culpa de quê? Às vezes de nada. Sermos capazes de nos censurar é positivo, mas não deverá é tomar conta da nossa vida. Já agora, nas escrituras originais, “pecar” é quando fugimos aos nossos objetivos, é quando nos desviamos do nosso propósito de vida!...

O tempo de lazer é extremamente importante para os adultos, jovens e crianças. Além de proporcionar qualidade de vida, permite desenvolver aptidões e habilidades. O tempo de descanso permite-nos relaxar e lidar com o stresse do dia-a-dia. É o tempo ideal para conviver, partilhar os nossos sentimentos e ajuda-nos a desenvolver a nossa inteligência emocional. Para jovens e crianças é ideal o contacto com a natureza, principalmente para os que vivem em ambiente citadino, pois estimula a curiosidade e a criatividade.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES A DESENVOLVER NAS FÉRIAS
  • Divirta-se, faça algo que gosta, que lhe dê prazer, todos os dias;
  • Aprenda alguma coisa sobre si todos os dias, sobre o que gosta de fazer;
  • Faça algo de diferente todos os dias, estimule a sua criatividade e desenvolva formas de observar o mundo de diferentes perspetivas (sem juízos de valor), fazendo coisas que podem ser simples e engraçadas;
  • Não faça nada, descanse, relaxe;
  • Conviva, esteja verdadeiramente com os outros;
  • Faça da viagem (se for o caso) uma diversão…

E depois… Depois traga um pouco dessas férias para o seu dia-a-dia!