Cinematerapia

Uma simples ida ao cinema pode ser um bilhete para uma viagem aos meandros da nossa mente. Da sala semi-escura raramente saímos indiferentes. Soltamos gargalhadas, contemos o nó na garganta. Porque o cinema tem esse poder. Choca-nos. Afeta-nos. Sentimos. Pensamos. Criticamos. Esta é a base da cinematerapia. Técnica que pode ser usada como recurso no trabalho terapêutico.
A revista Saúde Mental publicou um estudo, realizado em Portugal, sobre os efeitos da cinematerapia. Tratou-se de uma Investigação realizada pelo Serviço de Psiquiatria do Hospital de Santa Maria, na qual 10 doentes foram submetidos a análise. Ao fim de sete sessões em grupo com duas terapeutas e com filmes pré selecionados que focassem algumas problemáticas emocionais, "conclui-se que os resultados foram positivos e que esta técnica pode ser uma adjuvante ao tratamento Standard".

Lições de 40 Filmes...
As “lições” são retiradas de filmes que vão desde a série Star Wars, Clube dos Poetas Mortos, passando por Matrix, Gladiador, Forrest Gump, Rei Leão, ... e mais 34!