O MEU MUNDO EM POEMAS| Noturnamente

© Fotografia: Butterflies & Hurricanes

Noturnamente te construo 
para que sejas palavra do meu corpo 

Peito que em mim respira 
olhar em que me despojo 
na rouquidão da tua carne 
me inicio 
me anuncio 
e me denuncio 

Sabes agora para o que venho 
e por isso me desconheces 


© MIA COUTO 
In Raiz de Orvalho e outros poemas, 1999