Em modo de encerramento [E a minha medalha de ouro vai para...]

“ A saúde mental positiva está diretamente correlacionada com o sucesso no desporto” 
(Morgan, 1985)

Os jamaicanos Carter, Frater, Blake & Bolt (que venceram a estafeta 4X100 mais rápida de sempre) são o espelho desta afirmação.
"Quando nos divertimos reduzimos muito a pressão... e assim conseguimos ser mais rápidos...". A verdade é que deram espetáculo, divertiram-se e divertiram...e a brincadeira só parou por 36,84 segundos!!
Vale a pena ver  
AQUI vídeo da RTP. 
É impossível ficarmos indiferentes à boa disposição e ao pensamento positivo destes 4 atletas. Sou Fã!

Assumo, se tivesse de eleger O ATLETA, destes jogos, seria Usain Bolt.
(Não pelo nº. de medalhas, mas pelo atleta em si. Pelas suas qualidades enquanto desportista, pelo espetáculo que proporciona, pela empatia que cria com o público e, acima de tudo, porque "respira garra"!)

ImagemDiario Olimpico

Vou dizer algo que pode  não ser bem aceite, mas mesmo assim arrisco (!): causa-me um nervoso miudinho quando, após um mau resultado, afirmam: "Para mim estar nos Jogos Olímpicos já é um prémio".  Creio que nos falta, muitas vezes, espírito vencedor... Não nos podemos esquecer que o estado português investiu 15,1 milhões de euros que resultou APENAS numa medalha de prata e 9 diplomas.
***

E o que é que os melhores têm (para além das competências desportivas) que os outros não têm?

Níveis elevados de: Autoestima, Autoeficácia, Expetativas e Motivação/Determinação. Qualquer treinador ou atleta sabe reconhecer a importância destes atributos como condição necessária para se competir com êxito e sucesso. “Podes fazê-lo, só necessitas de um pouco de confiança”, é uma expressão muito familiar para os treinadores e desportistas.

O QUE É A AUTO-EFICÁCIA?
Para Bandura, a autoeficácia é a crença de que somos capazes de executar ou atingir determinados níveis de rendimento. É o grau de convicção que o desportista coloca ao executar um determinado comportamento, acreditando que irá ser produzido um determinado resultado. 

O VALOR DA AVALIAÇÃO DAS PRÓPRIAS CAPACIDADES É IMPORTANTE?
Sim, na medida em que as expetativas de eficácia pessoal influenciam a quantidade de esforço a despender.
E o grau de persistência face a obstáculos ou experiências desagradáveis, na realização de tarefas com que o atleta se confronta.

EXPETATIVAS DE EFICÁCIA PESSOAL
Referem-se ao grau de certeza e de convicção pessoal do atleta, de que é capaz de realizar com sucesso os comportamentos exigidos, para produzir um determinado resultado. “Tenho 90% de certeza que sou capaz de ganhar esta prova”.

EXPETATIVAS DE RESULTADO
Referem-se à crença pessoal do atleta, de que um determinado comportamento leva ou origina determinados resultados. “Se ganhar esta prova, serei considerado o atleta mais rápido do planeta (!), por exemplo”.

AUTOESTIMA
O autoconceito é uma descrição do que o indivíduo sente acerca de si próprio; a autoestima dá um valor a esses sentimentos, representando uma autoavaliação da sua forma de ser ou estar; ou seja, a autoestima é o constructo que melhor representa o bem estar psicológico do sujeito.

O QUE É A MOTIVAÇÃO
É muito fácil um atleta sentir-se motivado quando os seus objetivos são atingidos (bons desempenhos desportivos, ausência de lesões, vitórias); difícil é continuar motivado quando as expetativas não são cumpridas, ou no surgimento de adversidades (injustiças, frustração, lesões graves).

MAS O QUE SIGNIFICA ESTAR MOTIVADO
A motivação é o processo de ativação que ajuda a dirigir e a manter o comportamento; é a tendência para lutar pelo sucesso, de persistir face ao fracasso e experienciar orgulho pelos resultados conseguidos; é a direção (”sei o quero fazer, ter ou conseguir”) e intensidade (“envolvo-me com diferentes graus de intensidade, na direção que selecionei para a minha ação”) do esforço de um indivíduo.

"Race, life’s a race 
And I am gonna win 
Yes, I am gonna win 
And I’ll light the fuse 
And I’ll never lose 
And I choose to survive”

 (Survival-MUSE)