"Não sei fazer isso, mas sei fazer aquilo."


Excelente!
De facto, não somos todos iguais (nem temos de ser), daí que a planificação da intervenção educativa deva ser pautada pelos princípios da diferenciação, adequação e flexibilização.

Mas, o nosso Ministro da Educação pensa ASSIM em relação aos alunos com necessidades Educativas Especiais... E será apenas o nosso Ministro da Educação?...