VIAGEM DA AMIZADE| Saint Jean de Luz



...A Viagem da Amizade continua (ainda no País Basco Francês)... Depois do pequeno-almoço, em Biarritz, partimos para Saint Jean de Luz. Na Receção do Hotel somos informados de que há greve nos transportes públicos. Reparando nas nossas caras de pânico, a rececionista informa:"Tranquilizem-se...os autocarros só não passam com tanta frequência (de 10 em 10 minutos), passam só de 20 em 20 minutos..." Sorrisos nos rostos! Sorte, 5 minutos após sairmos do hotel, dado que a paragem é mesmo ao lado do mesmo, apanhamos autocarro para a gare de Biarritz - tiramos bilhete de 24h (2€). Chegados à gare, como suspeitávamos, somos informados de que também há greve nos comboios. - A simpática funcionária da SNCF (caminhos de ferro franceses), que apesar de só falar em francês, escreve todas as informações que nos quer dar. E, como a maioria das informações se refere a horários e preços, a estratégia é excelente!
Greve, mas sem stresse! À porta da gare já se encontra o autocarro que nos vai levar a Saint Jean de Luz, para o regresso a Biarritz já teremos comboio. Bilhete de ida e volta (total de 36 km) por: 6,60€

Saint Jean de Luz vila de pescadores que combina o charme basco com o ambiente de praias familiares. 

 Igreja de Saint Jean Baptiste (padroeiro da Vila)
Após o tratado dos Pirenéus ( resultado da vitória da aliança Anglo-francesa,1658, na guerra contra espanha), e como meio de fixar ainda mais a paz e as fronteiras dos dois reinos, uma união entre as duas famílias reais, de Espanha e França, foi proposta. E, a 9 de Junho de 1660, na Igreja Saint Jean Batista, em Saint Jean de Luz, celebrou-se o casamento de Louis XIV, o "Rei-Sol", com a Infanta Maria Teresa de Espanha.
  No litoral do País Baco Francês é comum as igrejas terem barcos pendurados no teto como forma de pedir a Deus que abençoe a pesca.
Em tempos antigos, era comum, que a parte supereior (visível na fotografia) fosse apenas ocupada pelas mulheres, enquanto a inferior era reservada aos homens.
Casa que acolheu durante 40 dias o Rei Louis XIV e família aquando do seu casamento com a Infanta Maria Teresa de Espanha - pode ser visitada, mas apenas em algumas épocas específicas.
Estátua do Rei Louis XIV - De facto, no século XVII Saint Jean de Luz viveu o seu grande apogeu. Resultado da escolha desta vila para o seu casamento, foi colocada, em 1932, uma estátua do Rei Louis XIV no pátio do concelho.
 No País Basco, em Saint Jean De Luz o Macaron aparece pela mão do pasteleiro Adam que o oferece para o casamento de Louís XIV com a infanta de Espanha Maria Teresa, e desde então os descendentes do pasteleiro perpetuam a tradição deste doce
  Porto de St Jean de Luz (Donibane Lohitzune, em basco!) - famoso no século IX pela "caça" às baleias.
Séculos mais tarde, seria pela pesca ao bacalhau em Terranova.
Hoje são especialmente as sardinhas e o atum os protagonistas deste porto.
Maison da Infanta Maria Teresa onde é possível ver o seu quarto, o salão do século 17, uma monumental lareira esculpida e uma vista magnífica do porto.
Como é possível verificar na fotografia, é nesta casa que se situa, atualmente, a galeria/museu do Porto.
Garanto...Este doce é uma delícia...uma delícia “gaba parea “ (sem igual em basco!!)
Fiquei a saber que uma peça de vestuário típico do País Basco "virou" tendência nos últimos tempos, inspirando estilistas da Chanel, Yves Saint-Laurent, Louboutin e Hermés. São as alpargatas (Espanha) ou espadrilles (França). Existem há 8 séculos e, por aqueles lados, nunca saíram de moda. Por isso, podemos dizer que demoraram um bocadinho até caírem na graça do povo!! Hoje em dia são fabricadas em diversas cores, mas tradicionalmente são usadas em vermelho, branco ou azul.
Casas à beira mar...lindas.
... mais casas encantadoras em estilo enxaimel
Recomendo!
© Fotografias: Liliana Fernandes| Butterflies & Hurricanes